O feedback é a cultura de avaliar as ações e os resultados dos colaboradores para que eles possam evoluir em relação aos seus aspectos negativos mas ao mesmo tempo ter seus pontos positivos reconhecidos e destacados. Essa prática promove o crescimento do colaborador e consequentemente da empresa.

 

Segundo o Relatório de Gestão de Desempenho publicado pelo Top Employers Institute, os colaboradores preferem feedbacks mais regulares, menos formais e mais construtivos.

 

É importante lembrar que temos o hábito da autocrítica, mas o feedback é capaz de afastar os rótulos que criamos para nós mesmos quando é realizado de maneira correta. Desta forma, ele é necessário porque funciona como uma orientação saudável para que se possa alcançar melhores resultados.

 

Mas como fazer um feedback que irá auxiliar de fato os colaboradores a evoluírem? Veja as dicas que preparamos para você se sair bem nesse desafio:

 

Destaque as características positivas em primeiro lugar

Antes das críticas construtivas, é interessante ressaltar os pontos positivos do colaborador. Começar com os elogios o prepara para receber as críticas que virão em seguida. Um feedback otimista é o que todos desejam receber, mesmo que depois venham os pontos negativos, focar nas melhores ações é uma boa forma de reconhecimento para manter o colaborador engajado.

 

Transforme as críticas destrutivas em construtivas

As críticas já são algo difícil de lidar, imagine receber críticas destrutivas? As críticas destrutivas são aquelas que trazem más intenções - como julgamentos pejorativos, palavras indelicadas, entre outras coisas - e jamais devem ser utilizadas pela pessoa que irá dar o feedback.

 

Todas as críticas devem ser construtivas para que a equipe tenha estímulos para crescer e melhorar cada vez mais. Sugerir mudanças é uma ótima forma de utilizar o caráter construtivo, que contribui para orientar os próximos passos em busca do aperfeiçoamento.

 

Tenha cuidado com os termos utilizados

É necessário ter cuidado com os termos que serão utilizados, pois eles podem sugerir outro sentido a conversa e prejudicar a compreensão. Para não haver mal entendidos, seja claro(a) e explique da melhor forma possível, é indispensável ter calma nesse momento, já que o feedback inclui pontos negativos que precisam de transformação e pode deixar a outra pessoa desconfortável. Procure pensar antes de falar para que os conflitos sejam evitados.

 

Apresente dados

Comprove o que está dizendo com dados reais, isso vai auxiliar na compreensão por parte do colaborador e trazer a ele uma reflexão sobre o que foi dito. As informações confirmam o que o feedback trouxe para discussão, acrescentando maior credibilidade a prática.  

 

Indique soluções

O funcionário precisa de ajuda para solucionar os problemas que foram apontados no feedback, nesse momento ele irá precisar de um direcionamento para evoluir e deixar as falhas para trás. Busque indicar soluções concretas e transformações que ele possa praticar para garantir suas mudanças. Pensar em conjunto também é um caminho para resolver os problemas.

 

Ouça opiniões

Dê atenção ao que a equipe tem a dizer. A troca de conhecimentos estabelece uma relação agradável entre quem está recebendo e quem está dando o feedback. Fazer perguntas aos colaboradores mostra que a participação de cada um é relevante para compor a equipe e conseguir avançar.  

 

Conclusão

É fundamental deixar os feedbacks registrados para que se tenha um controle dos resultados anteriores, que podem ser utilizados para a comparação de ganhos posteriormente. Isso é possível no módulo de Comunicado Interno do Vivaintra. Além disso, o colaborador tem a possibilidade de comentar sobre o mesmo, o que proporciona uma integração maior entre ambas as partes. O comentário também ficará registrado. Experimente!

 

Fique atento a prática do feedback, você será capaz de promover o crescimento e evolução dos funcionários e da empresa. Lembre-se de focar no caráter descritivo, isto é, é importante descrever os problemas e não julgá-los para que eles possam ser resolvidos de forma adequada. O feedback deve se tornar uma cultura indispensável no meio corporativo.

 

Leia também nosso post sobre Como dar o feedback que as pessoas irão ouvir!