Oi, como vai hoje? Já vou te falar de início: sua empresa PRECISA fazer um fit cultural e se adaptar ao novo conceito de contratação. Abandone a contratação SÓ por currículo, hoje em dia, os valores entre colaborador e empresa precisam estar bem ajustados para que assim consigamos elevar as expectativas dos dois lados e ter um ambiente de trabalho incrível
 

Começar pelo começo: o que é o fit cultural?

 
Dentro do ambiente corporativo, há diversas questões que envolvem crenças, expectativas, valores, comportamentos, atitudes, objetivos e afins, que devem ser compartilhados por todos os colaboradores, desde a diretoria até os estagiários. Todos devem alinhar os objetivos para que assim, andem juntos para uma mesma direção e criem uma cultura única
 
E você sabia que funcionários que se dão bem dentro da empresa geralmente são aqueles que possuem as expectativas alinhadas com o ambiente corporativo? Tudo isso porque o fit cultural foi alinhado no momento da contratação. Então fique ciente que ao recrutar pessoas, você deve levar em consideração se elas se encaixam na cultura da empresa também
 
Segundo a Deloitte 95% dos candidatos procuram saber mais sobre o ambiente empresarial e as pessoas que o constituem, do que os valores financeiros. Enquanto isso, os recrutadores veem essa combinação de ideais como passos positivos para o desempenho, satisfação e engajamento das pessoas no ambiente corporativo. 
 
Ah, e só pra lembrar, essas características nem sempre estão descritas em algum lugar, muito pelo contrário, elas existem na forma da empresa, num todo, se portar, então só a equipe de Recursos Humanos para entender bem o fit cultural e estudá-lo em um candidato. 
 

Aplicando o fit cultural

 
Como disse anteriormente, geralmente o que compõe a cultura da empresa nem sempre está descrita em algum lugar, então tire um tempo para escrever tudo que alinha a cultura corporativa com o colaborador, analisando cada setor e até mesmo os diretores, só assim você terá como contratar pessoas que realmente agregam valor e pensam numa mesma direção que a sua empresa. 
 
Se sua empresa possui missão, visão e valores, publique-os no site corporativo, para que assim os candidatos ao processo seletivo entendam se o seu ambiente de trabalho é o que eles imaginam e esperam. Nesse momento você já agrega valor aos bons recrutas ou exclui pessoas que não fazem jus à sua empresa. 
 
Outro detalhe é colocar, no funil de contratação, logo de início, um formulário de fit cultural para identificar se o candidato está apto a fazer parte da sua equipe e, consequentemente continuar no processo, ou sair do funil de contratação por não se encaixar na cultura organizacional da empresa. Neste formulário, você pode gamificar os testes ou deixar respostas abertas, dando sempre destaque para a cultura da sua empresa. 
 
O For Business elencou algumas questões que podem ser pontuadas na avaliação prévia ou até mesmo no momento da entrevista pessoal: 
- Como você prefere trabalhar: sozinho ou em equipe? Explique
- Gosta de receber feedbacks? Conte o motivo da sua resposta
- Como você lida com projetos desafiadores e como motivar uma equipe?
- O que faria com uma demissão no período de experiência? 
- Caso não concorde com alguma política da empresa, como expressa isso? 
 
Você pode também pensar em situações cotidianas da sua empresa e colocá-las no fit cultural, assim você elenca os candidatos que estão mais propensos a dar match com o seu ambiente corporativo. 
 
Gostou das dicas? Então o que acha de organizar o seu recrutamento e ainda ter uma ferramenta completa em intranet corporativa dentro da sua empresa? Assim, além de melhorar o seu processo seletivo, também melhora turnover, engajamento, produtividade, entre outros. Conheça um pouco mais sobre a Vivaintra em https://www.vivaintra.com/experimente