A criatividade é um dom? Na verdade não. Ela é um conhecimento e como em qualquer área do saber, é necessário investir tempo para que ela seja exercitada. Pode ser que algumas pessoas tenham mais facilidade para criar, no entanto, nenhuma criação aparece do nada.  Basicamente, precisamos entender que nenhuma ideia surgirá do zero e mesmo que nascida de um insight, essa ideia precisará ser aprimorada, passar por vários estágios de criação e somente depois poderá alcançar um mérito. É como uma pedra bruta que precisa ser lapidada.

 

Quanto mais a criatividade é exercitada, maiores são as chances de surgirem ideias interessantes e assim o processo de criação se tornará cada vez mais fácil e rápido. Pessoas que você considera criativas, certamente já investiram muito tempo de suas vidas exercitando suas criatividades. Para construir uma boa ideia não existem segredos, fórmulas mágicas ou um passo a passo para seguir, entretanto, podemos seguir algumas dicas para se organizar melhor no momento de criação.

 

Como posso ter mais criatividade no ambiente de trabalho?

 

Estimular a criatividade é algo bem subjetivo e pode variar muito de acordo com a personalidade e área de atuação de cada profissional. Entender suas necessidades criativas e saber onde quer chegar é primordial. Confira abaixo algumas sugestões para desenvolver o gênio criativo que existe dentro de você:

 

  • Pense fora da caixa: fuja do comodismo! Insistir em uma ideia muito comum pode até funcionar, mas com o tempo ela ficará defasada. Aproveite as oportunidades para construir algo original sempre que possível.

  • Busque conhecimentos diversificados: mesmo que você trabalhe em uma área x, nada impede que você busque conhecimentos sobre a área y. Expandir os horizontes do saber aumenta sua bagagem intelectual e ajudar a criar ideias mais abrangentes.

  • Nem sempre invista na primeira ideia: está trabalhando em uma ideia, mas não está tão satisfatória como você imaginava? Nada impede que ela seja descartada. Pode também não ser o momento propício para a implantação daquela ideia e que ela precise ser congelada por um período. O exercício da criatividade também está em perceber quando algo não merece ser trabalhado.

  • Atualize-se: busque materiais, técnicas, converse com quem sabe algo que ainda é novo para você e informe-se sempre sobre inovações.

  • Tenha rascunhos: rabisque,esboce e não tenha medo de errar, afinal, o rascunho aceita qualquer proposta. Rascunhar é a melhor maneira de comparar ideias e selecionar as melhores. Para facilitar ainda mais, não os descarte, assim você terá um arsenal de ideias que podem ser trabalhadas em outros momentos.

  • Inspire-se sempre: não deixe de conferir ideias e criações alheias para ajudar a te inspirar em seu processo criativo. No entanto, lembre-se sempre que se inspirar não significa plagiar.

  • Ouça a opinião dos outros colaboradores: a comunicação entre os colaboradores incentiva a criatividade, já que promove uma grande troca de informações. Lembre-se de colocar a sua opinião sobre outros trabalhos também, sempre mantendo a sinceridade. Elogie quando acreditar em uma ideia, critique e aponte soluções para melhorar quando achar pertinente.


Tenha paciência, já que o exercício da criatividade é uma tarefa diária e constante. Estimular a sua criatividade garante mais rendimento e menos frustrações no momento de criação. Seguindo as dicas, suas ideias ficarão mais claras, refinadas e desenvolvê-las não será um grande problema.